Como montar um Urban Jungle

Como montar um Urban Jungle

Conheça 5 dicas para realizar um projeto de Urban Jungle na sua casa ou ap.

Viver na cidade, em meio a prédios, avenidas, ruas e construções tornou-se uma realidade para muitos que migraram para a cidade no processo de urbanização. Os tons de cinza e preto da cidade marcam um horizonte cotidiano em nossas vidas.

Se você faz parte deste grande grupo de pessoas que vivem na cidade, conheça o Urban Jungle (do inglês, selva urbana). O nome já é bem sugestivo , não é mesmo?

O Urban Jungle trata-se de um projeto de decoração que dá mais vida e cor a ambientes internos ou mesmo externos, em que há pouca ou nenhuma vegetação. Há a inclusão de plantas e flores, colocados em vasos dos mais variados materiais.

O objetivo é trazer a natureza para dentro.

Os benefícios do Urban Jungle vão além da estética selvagem. Também traz mais tranquilidade, pois diminui os níveis de estresse, além de melhorar a qualidade do ar para aqueles que praticam o projeto em casa.

Com o surgimento de novas tecnologias e o crescimento populacional urbano, a apreciação do verde e do natural ficou em segundo plano, quando não esquecido.

Dentro deste contexto urbano, confira nossas dicas sobre como implementar o Urban Jungle na sua casa.

1 | Escolhendo as espécies…

Antes de tudo vale lembrar que o ambiente escolhido para cultivar as plantas deve ser bem ventilado e com boa iluminação.

Algumas espécies de plantas e/ou flores dependem mais de luz do que outras. Se você não possui uma sacada ou mesmo mora em um ambiente pequeno, não se preocupe!

Nesse caso escolha plantas menores e evite as de porte grande, ou que você sabe que crescerão muito. Distribua as plantinhas menores de forma orgânica e tudo dará certo.

A importância da escolha da espécie que irá permanecer no seu ambiente vai além do tamanho. Outros fatores precisam ser levados em consideração, como:

– Esta espécie precisa de rega quantas vezes ao dia ou semana?
– Esta planta precisa de muita luminosidade?
– Preciso adubar com frequência?
– Em qual tipo de vaso ela se desenvolve melhor?
– Qual o tipo de substrato?
– Necessita prevenção contra pragas?
– Se adapta bem a ambientes internos?

Todos esses são questionamentos viáveis para que você possa cultivar suas plantas, e para que elas cresçam belas e saudáveis.

2 | Observe o Ambiente

Onde ficarão suas plantas? O espaço físico em que elas vão ficar é muito importante e decisivo.

Verifique se o ambiente possui ar condicionado, pois algumas plantas são mais sensíveis do que outras, visto que o ar condicionado provoca alterações na temperatura do local.

Observe também a ventilação e a incidência de luz do ambiente. Lembre-se de adequar o tamanho do projeto proporcionalmente ao tamanho do local em que esse será implantado.

Os cuidados com as plantas devem ser colocados na sua lista de afazeres diários, assim você as terá sempre lindas e saudáveis.

3 | Aposte no Jardim Vertical

O jardim vertical, tem se tornado uma ótima opção para quem aprecia um jardim dentro de casa. Esta técnica pode ser feita com diversos materiais, como suportes de ripa, canos PVC, pallets, tábuas, aparadores, galhos de árvores etc.

Dê destaque a folhagem escolhendo um local bem iluminado e ventilado para colocar o seu projeto.

Além disso escolha plantas que possuam bastante folhagens, de diferentes tamanhos e cores, assim você terá a impressão que está em uma floresta tropical.

4 | Diferença de Altura

A diversidade de tamanhos e altura dão o charme especial para este projeto tão especial.

Para variar as alturas você pode optar por suspender os vasos em cordas, ganchos, macramê prateleiras de madeira ou de ferro, pallets, escadas, móveis.

Além destas opções de materiais, você pode optar por soluções mais sustentáveis como troncos e galhos de árvore. Assim, você não só economiza no valor do material utilizado, para a variação de altura, como também trará uma aparência mais rústica, além do caráter sustentável.

5 | Itens de Decoração

Esta dica é bem legal para quem deseja manter um design super descolado juntamente com as plantas.

O ambiente pode ser preparado para receber as plantas com uma parede de cor diferente, por exemplo.

Tons de verde escuro dão mais profundidade, você não precisa pintar o ambiente todo, opte por pintar uma parede e brincar com as cores nessa parte.

Móveis de materiais naturais como madeira, por exemplo, dão ainda mais personalidade e aspecto animalesco ao seu projeto Urban Jungle.
O mais bacana desse projeto, é que você pode adaptá-lo a várias partes da casa, como sala, banheiro, inclusive em ambientes mais industriais.

Para concluir.

Se você chegou até aqui, então concordamos e entendemos a importância dos cuidados que devemos ter na escolha do projeto Urban Jungle.

Achou o artigo interessante? Ficou alguma dúvida sobre os cuidados com seu Urban Jungle?

Se tem dúvidas por onde começar? Podemos te ajudar.

Contate-nos!

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete − um =