Cactos e Suculentas: 5 tipos para decorar sua casa e empresa.

Cactos e Suculentas: 5 tipos para decorar sua casa e empresa.

As suculentas em geral são bem fáceis de serem mantidas em diversos tipos de ambientes.

Você pode cultivá-las, inclusive em apartamentos, nos cômodos onde a luminosidade é mais baixa.

Se você deseja deixar seu ambiente de trabalho mais despojado e harmonioso, as suculentas são o tipo perfeito de plantas para a sua empresa.

O maior cuidado a ser tomado no cultivo é sobre as regas.

Por possuírem água em sua constituição, os cactos não necessitam de água em abundância para se desenvolverem. Afinal, esta é uma espécie de origem em regiões de clima árido, semi árido e desértico.

Se você deseja uma decoração mais criativa e sofisticada os terrários são uma ótima proposta. Esses podem ser adornados com pedrinhas coloridas, miniaturas, estatuetas etc.

O melhor desta técnica é que você pode utilizar jarros transparentes que não usa mais, como: aquários, bule de café, vasos dos mais variados materiais. Ou seja, além de embelezar o ambiente, você desenvolve um pensamento sustentável e criativo.

O mais legal de usar suculentas e cactos na decoração, é sua grande variação de tipos, como cactos e suculentas, com ou sem flores.

E mais, os valores para adquirir essas plantinhas, é super acessível. Em alguns locais sendo vendidas por um preço base de apenas 2 reais!

Segundo uma pesquisa da Universidade de Queensland, plantas em um ambiente de trabalho podem aumentar em até 15% o seu rendimento. Legal, né? Portanto, plantas são uma ótima opção para sua casa, empresa ou mesmo em home-office.

Confira nossas 6 sugestões de Cactos e Suculentas para decorar sua casa e empresa.

1 | Rosa do Deserto

Este tipo de suculenta se destaca por seu tronco largo e flores de cores vibrantes, se assemelha a uma pequena árvore.

Esta é uma planta ornamental, perfeita para decorar sua casa ou ambiente de trabalho. Se plantada diretamente na terra ela cresce até se tornar uma árvore grande, porém pode ser mantida em vasos de diferentes tamanhos.

No cultivo da Rosa do Deserto, o mais importante são as regas, onde precisam ser molhadas constantemente.
No entanto, sempre faça o teste de dedo na terra, para saber se a mesma está muito seca ou não. Além disso, sempre adube sua planta para que ela tenha os nutrientes necessários para o crescimento.

As cores da Rosa do Deserto podem variar entre rosa, vermelho, branco e lilás, ou mescladas.

Por possuir origem desértica, a planta aprecia muito os climas quentes e ensolarados. Dessa forma, caso opte por mantê-la em casa, coloque-a em um local que possua grande incidência solar.

Na primavera, suas flores desabrocham perfumadas e exuberantes.

Evite deixar a planta no alcance de animais ou crianças, visto que ela pode ser venenosa se ingerida ou se mantida em contato com mucosas, nasais, bucais etc.

2 | Clorofito

O Clorofito se adapta a ambientes mais frios e possui uma boa reserva aquífera em suas raízes carnosas. Portanto, é uma planta com alta adaptabilidade e pouco exigente em cuidados.

Se o seu ambiente de trabalho e/ou casa possui ar-condicionado, esta planta pode apresentar adaptação perfeita.

Essa planta é originária da África do Sul, também chamada de planta-aranha. Suas folhas apresentam coloração mesclada entre verde e branco, é tolerante aos ambientes internos e se adapta bem à meia-sombra.

No verão, caso expostas ao sol, estas plantas podem oferecer a floração de pequenas flores brancas.

O clorofito vittatum, marcado por folhas de centro branco e bordas verdes é o tipo ideal para ser cultivado em ambientes internos, tanto em casa como no trabalho.

Essa não é uma planta tóxica e gosta de solos ricos em nutrientes. Para sua adubação você pode usar fertilizantes específicos ou mesmo truques caseiros como borra de café e casca de ovos.

3 | Planta Jade

Essa planta é ideal para quem quer iniciar no mundo da decoração de maneira fácil, com plantas. Isso porque a Planta-jade é bastante resistente e necessita de poucos cuidados.

Esta planta gosta bastante de iluminação, portanto se você deseja mantê-la em casa dê preferência por colocá-la em uma janela, por exemplo, assim a planta terá a incidência solar necessária para seu crescimento. O mesmo pode ser feito em seu ambiente empresarial de trabalho.

Você pode manter o solo apenas úmido, sem encharcar muito o mesmo. Verifique com o seu dedo a umidade do solo, se estiver seco é hora de molhar.

A adubagem da planta deve ser feita pelo menos a cada 3 meses, com adubo orgânico, como borra de café, casca de ovo seca e triturada, ou mesmo adubos específicos que podem ser encontrados em lojas especializadas.

A Penhabel possui o adubo certo para suculentas e cactos, contate-nos!

4 | Aloe Juvenna

Também conhecida como Babosa, essa espécie é parente da famosa aloe vera, uma espécie de babosa também muito utilizada na medicina e indústria farmacêutica e cosmética.

A aloe juvenna possui um aspecto mais “feroz”, porém seus espinhos não causam grandes problemas.

Essa espécie é originária da África, mais especificamente no Quênia, pode ser cultivada em pleno sol como também meia sombra.

Em comparação com a Aloe Vera, essa espécie apresenta porte menor e é perfeita para ser colocada em vasos menores, adicionando beleza e minimalismo ao ambiente.

Suas folhas são delicadas, exóticas e com grande potencial ornamental.

Essa planta gosta de bastante luz, porém pode ser cultivada em meia sombra, visto que não aprecia tanto sol direto, nas horas mais quentes do dia. Nas regas da planta, evite o encharcamento do substrato, opte por um substrato arenoso e com boa drenagem.

O adubo, seja ele natural ou orgânico deve ser rico em fósforo e nutritivo o suficiente para a planta crescer de maneira saudável! Não há a necessidade de podas.

5 | Mandacaru

Essa espécie de cacto é originária do Brasil, mais especificamente da Caatinga e é adaptada às condições climáticas do Semiárido. Portanto é bastante encontrado no Brasil.

Esta planta é de grande porte, podendo atingir 6 metros de altura, é bastante usada para restauração de solos degradados e serve de alimento para animais da Caatinga.

Pode ser utilizada em ambientes internos. Se estiver pensando em decorar um ambiente que tenha circulação de crianças e/ou animais de estimação, tenha cuidado, pois a planta possui espinhos.

Essa cactácea apresenta flores brancas que podem chegar a trinta centímetros de comprimento. Os botões florescem na primavera e elas duram uma noite.

6 | Bônus: Almofada de Alfinetes

Possui um formato redondo e cheio de espinhos, geralmente com pequenas flores ao seu redor. Também gosta de bastante sol, porém se adapta a meia sombra.

Sua origem é proveniente do continente americano, em específico a América Central, no México.

Este cacto, possui porte pequeno e são perfeitos para decorar mesas e parapeitos.

Em relação ao seu cultivo, o ideal é que seja realizado com adubo específico para cactos, visto que compostos orgânicos ricos em nitrogênio podem ser prejudiciais.

É importante salientar o cuidado com crianças e animais de estimação, pois algumas espécies de cactos apresentam espinhos mais firmes, que podem causar acidentes corriqueiros.

Lembre-se de mantê-los em locais que um adulto tenha contato e controle.

A floração ocorre mais facilmente em locais com maior exposição solar, como varandas por exemplo.

Para concluir.

Ficou alguma dúvida sobre como cuidar de suas suculentas e cactos?

Se tem dúvidas por onde começar? Podemos te ajudar.

Contate-nos!

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + dezoito =